pesquisa magos da luz

Custom Search
------------------- -------------------------------------
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

3 de abr de 2010

corpo fechado

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

corpo fechado

Fundo histórico

Corpo fechado na religiosidade popular

http://www.religiosidadepopular.uaivip.com.br/antonio.htm
Há pessoas que cortam a pele no braço ou nas costas para costurar dentro da carne um minúsculo Santo Antoninho de metal para obter sua proteção contra os inimigos e fechar o corpo para nenhum mal entrar. Dizem: "Fulano tem Santo Antônio enterrado no corpo". Em algumas ocasiões, a faca de ponta é chamada "espinho de Santo Antônio". Uma oração contra arma de fogo diz:
Hoje faz noventa dias/ Que eu rezei a Salve Rainha./ Entre o cão e a espoleta(peças da arma)/ Está sentado Santo Antônio e a Virgem Maria.//
As orações contra os inimigos e para fechar o corpo não são exclusividade de Santo Antônio. Há outras dirigidas a Maria, aos doze apóstolos, a São João Batista, São Jorge, Santa Catarina, São Manso e São Marco, São Sebastião e à Virgem Santa Clotilde. São rezados o Salmo 90 e o Credo em cruz. Nestas orações encontramos expressões como: Jesus adiante e paz na guia; o sangue de Jesus (ou: o leite de Nossa Senhora) derramado sobre mim; a cruz de Jesus sobre mim; coberto com as 5 chagas; trancado com a chave do sacrário; coberto com o manto de nossa Sra; fechado no ventre de N.Sra ou na barquinha de Noé.

Corpo fechado no catimbó

Oração para fechar o corpo contra inimigos
Oração das sete forças do credo
Salvo estou, salvo estarei, / salvo entrei, salvo sairei, / são e salvo como entrou / nosso senhor jesus cristo no / rio Jordão com São João Batista.
Na Arca de Noé eu entro, com a / chave do senhor São Pedro / eu me tranco.
A Jesus de Nazaré eu me entrego, / com as três palavras do credo Deus me fecha.
Deus na frente, paz na guia, que / Deus seja minha companhia, o / divino Espírito Santo ilumine os / meus caminhos, me livrando de / todo mal e inimigos que possam se / opor no meu caminho, que as / sete forças do credo fechem meu / corpo. Jesus é minha trindade / para sempre, amém! Jesus

Corpo fechado entre pistoleiros da atualidade

Peregrina identificou, ainda, outro ponto em comum entre os pistoleiros. Em geral, o matador de gente é religioso, usa uma medalha milagrosa, geralmente de São Francisco das Chagas do Canindé, para manter o corpo "fechado". Um pistoleiro famoso dá, no livro de Pelgrina, uma receita para manter o corpo fechado: começa por enterrar um gato vivo, com certos ingredientes para, dias depois, já apodrecidos, serem comidos acompanhados de uma oração.

Corpo fechado na capoeira

Luiz Mott, pesquisando os arquivos da Torre do Tombo, encontrou mesmo documentos referentes à prisão do escravo João Mulato, em 1767, pelo Tribunal da Inquisição, que estava em visita Pastoral a Sorocaba. A prisão do escravo foi pelo motivo do mesmo portar uma "bolsa de mandinga" -- um patuá. Esse amuleto é conhecido por sua fama em "fechar o corpo" de quem o carrega. Dessa forma protege-se de agressão física produzida por quaisquer instrumentos³.
(...)
3 As chamadas bolsas de mandinga ou patuás eram amuletos apreciadíssimos pelos colonos afro-luso-brasileiros tendo levado às barras do Tribunal da Fé mais de uma dezena de escravos e libertos não só do Brasil, como também de Portugal, sendo o motivo da realização de um Sumário de Culpas na visita Pastoral de Sorocaba no ano do Senhor de 1767. (...) Famosa por sua Feira de Muares, em Sorocaba se concentrava buliçosa população de tropeiros, vaqueiros, tangedores e viandantes, os principais aficionados desta devoção a um tempo sincrética e sacrílega, à qual se atribuía o poder de ?fechar o corpo? contra todo o tipo de perigos físicos ou malefícios diabólicos. (...) (Mott, Luiz A Inquisição em São Paulo. In D.O. Leitura, São Paulo, 10 de maio de 1992, nº 120, p. 8)
After a person is granted Corpo fechado, through a magic ritual. The person "supposedly" attains almost complete invulnerablility against some weapons. It means "closed body."
At the beginning of the twentieth century, in Rio the capoeirista was a rouge and a criminal. (...)
It was during this period that legendary figures, feared players such as Besouro Cordao-de-Ouro in Bahia, (...) who are celebrated to this day in capoeira, made their appearances. (...) Besouro did not like the police and was feared not only as a capoeirista but also for having his corpo fechado (a person who through specific magic rituals, supposedly attains almost complete invulnerability in the face of various weapons). (...) Legend says he was killed with a special wooden dagger prepared during magic rituals in order to overcome his corpo fechado (Nestor Capoeira, 1995, The Little Capoeira Book).
Na Bahia, usavam ainda certa arma de poderes mágicos, contra corpo fechado: a "faca-de-ticum", ou "tucum", que, segundo a lenda, foi a arma que matou Besouro Mangangá. O tucunzeiro é uma planta palmácea cujo cerne possui resistência igual à do ferro.

Corpo fechado na literatura

Sagarana
João Guimarães Rosa

(...)
Corpo fechado
Esta é uma história de valentões e de espertos, de violência e de mágica: Manuel Fulô (aliás, Manuel Viga, ou Manuel Flor, ou Mané das Moças, ou Mané-minha-égua) era dono de uma bela mulinha, na qual se exibia todo orgulhoso. Por conviver algum tempo com os ciganos, aprendeu deles toda a sorte de truques possíveis, envolvendo animais de montaria. Quando decide casar, Targino, um dos valentões (aliás, um dos últimos) da cidade cisma em ter para si a noite de núpcias:
-- Escuta, Mané Fulô: a coisa é que eu gostei da Das Dor, e venho visitar sua noiva, amanhã... Já mandei recado, avisando a ela... (...) um dia só, depois vocês podem se casar... Se você ficar quieto, não te faço nada...
Para enfrentar o valentão, Manuel faz uma troca com uma espécie de curandeiro da vila: dá-lhe sua mulinha e em troca o outro faz um feitiço para lhe fechar o corpo. Então, Manuel sai à rua a fim de enfrentar Targino, com a reprovação de todos. Acontece que este erra todos os tiros e Manuel o mata com sua faquinha.

Versão de jogo

(Ritual a elaborar)
Para o personagem com corpo fechado, os testes de Esquiva e a Resistência à Magia são feitos com modificador tarefa rotineira. (Ou será melhor dificultar o ataque do agressor (tarefa quase impossível)? Corpo fechado também protege contra picada de cobra, e nem sempre o personagem está consciente do ataque para se esquivar...)
Exceto quando a arma utilizada for abençoada ou especialmente enfeitiçada contra corpo fechado (p.ex., faca de tucum); ou com feitiços/poderes divinos que atinjam seres malignos (no caso de corpo fechado por obra de tais seres).

Discussão

RICON: Parece que não apenas os Orixás poderiam garantir o "corpo fechado", mas também os ciganos e alguma ordem religiosa da Igreja Católica -- os franciscanos (pela menção a São Francisco, mesmo não sendo o de Assis) ou os Jesuítas (para quem o corpo fechado seria bastante útil). A faca de ticum também é um excelente elemento para se colocar no jogo, como arma especial, pode ser inclusive a arma preferida dos capoeiristas, especialmente os que conhecem a técnica do Maculelê.
Falta registrar o corpo fechado vindo do "amuleto de Ogum", sobre o qual existem algumas HQs nacionais e até mesmo um filme, do Nelson Pereira da Silva (1974/1975): http://www.imdb.com/title/tt0071137/
Acho que dá mais força ao "corpo fechado" mantê-lo como exclusividade dos capoeiristas (ou dos negros), mas com essas outras versões possíveis (para os bruxos e jesuítas), talvez com outros nomes.
ENSJO: Acho que não devemos restringir o corpo fechado aos capoeiristas/negros. Acho que é bem forte a idéia do indivíduo marginalizado (negro ou não: pistoleiro, cangaceiro, etc.) que recorre a feitiçaria/reza a santos/pacto com o diabo para obter tal proteção. (Como no conto Corpo fechadoSaragana.) do livro
Não acho conveniente que o clero católico (jesuítas) utilize esse encantamento, visto que as "bolsas de mandinga" foram objeto de ações inquisitórias. Além disso os jesuítas já têm à disposição o encanto "Abençoar", que proporciona alguma proteção.
A invocação de santos cristãos para fechar o corpo é mais fruto da religiosidade popular e cultos sincréticos, como o catimbó (acrescentei alguma informação sobre isto acima).
Obviamente que para efeitos de jogo o corpo fechado deve ser alguma coisa muito difícil (e/ou perigosa) de se conseguir, senão todo jogador vai querer ter. Como evitar a banalização? Restringir o acesso aos capoeiristas/negros é uma saída, mas não me parece muito fiel à realidade.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs