pesquisa magos da luz

Custom Search
------------------- -------------------------------------
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

17 de mai de 2010

Paralisia do Sono (relatos)

Estava navegando nas comunidades do site e vi uma que fala da paralisia do sono. Me surpreendi em ver que mais alguém sofre desse mal. Pesquisei, e na realidade muita gente tem isso. Li que nessa hora em que a gente fica paralisado não devemos ter medo, pois isso só piora, a gente trava mais, tem alucinações e tal. O melhor é manter a calma e respirar fundo, que assim conseguimos os movimentos de volta. Haha! Espero mesmo que isso nunca mais me ocorra, porque em todas as minhas experiências, assim que eu abro os olhos, já começo a ver e ouvir coisas estranhas, além de pairar um clima assustador no ar. Como não vou ter medo?
Estranho que da última vez eu não me lembro muito bem, só do medo (presente em todas), e de apesar de eu ter lido que essas experiências acontecem quando dormimos de barriga para cima, eu estava de lado, fato que me deixou desesperada por não poder ver o quarto inteiro, principalmente a porta.
É que todas as vezes eu tive impressão de ter alguém na casa (sensação horrível). Em todas as vezes eu podia jurar que não foi sonho, eu estava acordada, era tão real! E bem sinistro! Não recordo com clareza, mas tenho uma lembrança de um som como um zunido.
Na primeira vez me deu uma aflição! Não podia falar, mexer, parecia que eu fazia força para gritar e não conseguia mover um só músculo. Aliás isso aconteceu em todas as vezes, mas como isso nunca tinha ocorrido antes, foi desesperador. Nuca gostei de dormir no escuro, então o abajour estava aceso, e eu vi uma luz forte no espelho, como se saísse de dentro ou estivesse bem na frente dele, uma luz forte e de grande dimensão; não era como reflexo do abajour, que ficava ao lado. Lembro de olhar espantada, com os olhos arregalados para aquilo e de ficar meio sufocada. Foi horrível.
A segunda vez foi a pior de todas. Na época eu deixava alguma luz da casa acesa e a porta aberta, de forma que fazia uma refração na parede do quarto do outro lado da porta. Eu estava virada para essa parede contrária à porta e quando eu abri os olhos (ai... dá até agonia) vi nessa refração uma sombra masculina, prestes a entrar no quarto, ele estava meio encurvado, assim como quem vai se aproximando devagarzinho, me parecia no entanto estar parado nessa posição. Eu ouvia passos também, mas não podia virar a cabeça para a porta. Ai, ai! Eu deitada, vendo, ouvindo, fazendo força para falar, tentando virar a cabeça para ver e não conseguia me mexer! Ufa! Sufocante! Dessa vez eu acordei, mas acho que só depois de adormecer novamente, só me lembro de ter levantado morrendo de medo para checar a casa, mas não sei quanto tempo depois, só sei que me lembrando do ocorrido fui verificar.
É uma sensação estranhíssima, eu sentia como se em nenhuma das vezes eu conseguisse recuperar os movimentos conscientemente, me levantar, acordar de verdade, mas também não entendo como posso ter adormecido aterrorizada do jeito que ficava. Dá impressão que depois de certo tempo nessa angústia eu desmaiava, porque eu nunca me lembrava do momento em que acabavam essas experiências, do momento que eu retomava o controle.
fonte (sobrenatural)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs