pesquisa magos da luz

Custom Search
------------------- -------------------------------------
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

3 de jun de 2010

NECROMANCIA (nigromancia)

f. Adivinhação supersticiosa do futuro por meio de evocação dos mortos. Magia negra ou diabólica.

Ilustração de pessoa com um cadáver Cemitérios e tumbas estão se tornando centros de histórias, lendas de terror e mistério. Nenhuma delas é tão terrível como as de necromancia que vem acontecendo ocasionalmente através da história. Essa horrível prática de despertar a morte para obter informações do futuro tem suas origens na crença de viagem da morte para outro mundo. Acredita-se que os recém-mortos, cujos corpos ainda estão intactos, mantém relações com a vida e estão mais sensíveis à prática de contatá-lo e questioná-los.

Alguns relatos situam o começo dessa prática na América. Uma tribo indígena roubou o corpo de um chefe de outra tribo algumas horas depois de morto. Colocaram o corpo em um círculo desenhado na terra e começaram a fazer perguntas sobre o futuro e as possibilidades de caça.

Essas práticas foram mais comuns na costa leste da América do Norte. De acordo com escrituras, a Bruxa de Endor chamou o espírito do profeta Samuel para contestar as perguntas do Rei Saul. No primeiro livro de Samuel fica claro que seu espírito estava presente quando a bruxa o chamou. O Rei Saul se pergunta como agradecer a Deus a presença do espírito de Samuel, porém, Saul lamentou não ter seguido as prevenções e instruções do espírito. No dia seguinte seus dois filhos morreram. Saul vai a guerra e morre.

Os antigos romanos também praticavam a necromancia. Desenterravam um morto, faziam uma cerimônia ao redor do corpo, despertavam o espírito e começavam a questioná-lo.

A mais famosa prática de necromancia foi no século XVI, em Walton-Le-Dalo, Lancashite. O evento foi praticado por John Dee, um conhecido e respeitado matemático que desenvolveu um grande interesse no ocultismo. Foi esse interesse que causou sua própria morte. Dee estudou na universidade de Cambridge na Europa. Escreveu numerosos livros matemáticos complexos. Um desses era o estudo do calendário, outro era os avanços da ciência de navegação. Esses trabalhos o fizeram Professor de Cambridge. Em 1550, com seus 24 anos de idade, Dee se dedicou a astrologia. Ele lia horóscopo de homens e mulheres. Foi acusado de heresia e de tentar assassinar a Rainha Mary pela Magia Negra. Ficou dois anos preso e conseguiu escapar com vida da cadeia. Deixou a astrologia para se dedicar à alquimia e a vários experimentos. Conheceu um irlandês chamado Edward Kelly que se dizia expert em Magia Negra. Kelly já teria praticado a necromancia. Tentaram realizar um experimento com o cadáver de Paul Waring em Walton-le-Dale. Kelly desenhou o círculo, rezou e o morto retornou a vida e Kelly começou a questioná-lo.

Está comprovado com alguns experimentos e documentos que se podem chamar os espíritos pela necromancia. Devem ser tomadas precauções nas práticas de necromancia. Eliphas Levi, quem tentou um experimento em 1858, em vez de comunicar-se com o espírito, se comunicou com um demônio. Ele mesmo escreve em sua obra que se deve ter muito cuidado com essa prática. Ele a descreve como destrutiva e perigosa.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs