pesquisa magos da luz

Custom Search
------------------- -------------------------------------
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

17 de mar de 2011

espirito fantasma (relatos)

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
Pit Bull, possuída

Há 2, 3 noites atrás, no meio da madrugada, eu e meu marido estávamos dormindo quando ouvimos um barulho alto e "extenso", como se alguém caminhando calmamente em entulho. Não conseguimos definir se o barulho vinha do telhado ou da rua, mas achamos estranho lá que a minha rua é limpa (não tem nada de entulho, ou galhos secos, ou latas, ou algo que provoque estrondo) e meu telhado não tem nenhuma telha solta ou galho caído.

A questão é que a minha vizinha de frente tem 4 cachorros de pequeno porte, 2 ficam dentro de casa, pois são mais velhinhos, e dois dormem de noite do lado de fora. Com esse barulho, um dos cachorros começa a uivar muito alto e meu marido (que acha que tem "peito a prova de balas"  Undecided) abriu a porta e saiu para ver o que tinha na rua.

Neste momento, minha cachorra, que é uma Pit Bull, estava em posição de alerta "protegendo" a janela do meu quarto, já que sabe que é ali que dormimos. Quem entende de cachorros sabe que raças como o Pit Bull não latem, mas esperam o "agressor" investir em posição de alerta sempre. Claro que o meu marido não viu nada, mesmo "pescoçando" a rua toda, em volta da casa e no telhado.

Sei que irão falar que poderia ter sido alguém passando na rua, se não fosse pelo fato de já conhecerem a minha história:


Depois desse fato, mudei-me de cidade por questões profissionais, há 550km de distância, e tudo estava resolvido e pensei que o problema era com a casa até (infelizmente  Embarrassed) há umas duas semanas atrás, quando comecei a sentir algumas sensações estranhas. Inclusive percebi que a minha cachorro, há uma semana atrás, não parava de fixar o NADA dentro da sala.

Não sei que seria o mesmo espírito, mas o fato é existe algo de novo na minha "cola".
_________________________________________________________________
sentiu algo a apertar-lhe o pescoço moro num t3, num prédio com cerca de 30 anos... e onde teem ocorrido algumas coisas que não conseguimos explicar de forma lógica.

tudo começou com uma pequena e incómoda impressão de sermos observadas quando caminhamos pelo corredor, de costas para a casa de banho. o nosso corredor está constantemente às escuras (se as portas dos quartos estiverem fechadas) pois por mais lâmpadas que coloquemos elas fundem-se poucas horas depois. Depois disso foi os passos que começámos a ouvir, as gargalhadas baixinho no corredor e a porta do wc pequeno que deixou de fechar.

enquanto a coisa se passava no corredor, lidámos bem com isto e até nos ríamos dos nossos amigos do corredor. mas... dp começaram  a acontecer coisas tb na cozinha. a minha colega de casa uma vez sentiu algo a apertar-lhe o pescoço ao de leve, e eu senti uma chapada tb muito ao de leve na cara.

um dia eu estava em casa com um amigo, que estava nesse momento a dormir na sala, e a minha colega de casa tinha ido para as aulas. eu estava na cozinha, de porta aberta, a fazer o almoço para nós. as minhas cadelas estavam deitadas no hall de entrada. de repente olharam as duas ao mesmo tempo para o corredor e foram a correr e a abanar a cauda como se fossem cumprimentar alguem...  Lips Sealed

no meio disto tudo, o sitio onde me sinto mais protegida, onde de alguma forma sei que não acontece nada.. é o meu quarto. este sitio é o meu santuário, o refugio

-----------------------------------------------------------------------------
fenómenos paranormais
Sempre gostei de filmes que se relacionassem com os fenómenos paranormais e decidi ver o "paranormal" (1).

Como o meu marido não gosta destes filmes, vi em casa no meu pc e com phones, para não o incomodar. Sempre vi destes filmes, desde o exorcista, ao exorxismo de emily rose, etc. e nunca me afectaram. Desde que vi este filme nunca mais fui a mesma. Penso eu que por te-lo ouvido com phones, tenho um barulho de fundo constante nos meus ouvidos. Não sei muito bem explicar, é como um trovão contínuo, muito baixinho. Tenho um medo horrível de noite, não consigo dormir. Antes via vultos, como já aqui relatei. Agora os vultos tomaram forma. Um dia destes, ouvi passos na sala, de noite. Vivo só com o meu marido e estávamos os dois a dormir naquele momento. Senti um medo terrível, mas não me levantei. No dia seguinte tinha a parede manchada som uns salpicos escuros, esquisitos, que lavei e tentei esquecer.

Outro dia, vi alguém ir para a cozinha e pensei que fosse o meu marido, mas ele estava já no quarto, deitado.

Vão-se rir, mas tenho um medo terrível de tomar banho, porque acho que alguém está lá comigo. Sinto como se fosse uma presença quando estou na banheira. Imaginem o complicado que é para manter os hábitos diários de higiene. O que é certo é várias vezes de noite, os frascos caem na casa de banho e fazem um estardalhaço desgraçado.

Tento não dramatizar, mas o que é certo é que me estou quase a passar. Já tomo comprimidos para tentar não acordar de noite.

Eu sempre vi estes filmes (alguns bem mais "pesados" que este) e nunca me afectaram, o que se passaria desta vez?

Alguém me dá alguma dica para me ajudar?

Obrigada
Cristina
--------------------------------------------------------------------------------------------
vozes do além
Em 2008, estava eu em um autocarro, de volta para casa, quando ouvi alguém murmurando alguma coisa que eu não conseguia entender. Eu ouvia bem claro, mas as palavras não eram em Português. Parecia ser em um outro idioma que não me era familiar. Olhei em volta, o autocarro estava quase vazio. Pensei que fosse alguém a meu lado, mas não era. Continuava a ouvir a voz em um tom que qualquer pessoa poderia ouvir, mas ninguém parece ter percebido. Pensei que era o motorista ou alguém falando ao telemóvel. Não vi ninguém com telemóvel. Podia ser alguém com um fone-de-ouvido e também não vi ninguém, pois havia poucas pessoas.

Apesar de o autocarro  estar quase vazio com muitas cadeiras vagas, havia um homem e uma mulher em pé. Ele de cabeça baixa. Eles pareciam serem pessoas de aspecto comum. Nada de estranho. Quando prestei atenção nele, imediatamente ele olhou pra mim e até pensei que ele me conhecia, pois me olhou insistentemente. Voltei a ouvir o murmúrio ininteligível outra vez e quando eu me virava em direção àquele homem, o som parava. Impressionei-me porque parecia que ninguém ouvia nada e parmaneciam tranquilos em suas cadeiras, apesar de para mim, o murmúrio ser um pouco alto. O homem voltou a olhar pra mim e senti náuseas, dor de cabeça, vontade de vomitar e suor frio. Então o homem e a mulher me olharam assustados e de repente desceram rapidamente, como se estivessem escondendo alguma coisa.

O motorista até perguntou se eles estavam ficando doidos com aquela pressa. Mal eles desceram, me senti melhor, mas senti um gosto metálico na boca, tipo aquele gosto quando a gente vai ao destista...olhei pra fora do autocarro e ele estava lá parado, me olhando, com os olhos assustados, como se quisesse me falar algo ou como se quisesse se afastar de mim. Confesso que fiquei com muito medo e com receio de um dia vê-los novamente. Ainda não imagino o que poderia ter o murmúrio que ouvi e o mal estar com aquele homem e aquela mulher.
------------------------------------------------------------------------------------------
Bem, vou contar algumas das minhas experiências resumidamente:

1ª experiência:
 Lembro-me de ter uns 4 e ver o vulto de uma pessoa passar à frente do meu quarto (na altura vivia num apartamento)

2ª experiência:
No 8º ano tive um sonho em que ia ter negativa num teste de História (era aluno de 4 e 5 em Historia, era muito dificil ter negativa), certo é que uns dois dias depois tive negativa no teste.

3ª experiência:
Numa má fase da minha vida (durante um relacionamento que não correu nada bem), tinha eu 23 anos, acordava várias vezes de noite e via vultos ao fundo da minha cama, quase sempre um vulto negro com forma humana, uma vez foi um vulto branco muito alto, e outra uma caveira.
Além disso de vez em quando acordo de noite com a sensação que me estão a agarrar, a tocar ou a puxar os lençois (já aconteceu uma vez sentir alguém beijar-me na boca).

4ª experiência:
Uma vez estava eu ao computador, e começo a sentir-me mal de repente e ter de ir vomitar (não tinha comido nada que me caisse mal). Uns segundos depois de vomitar a minha mãe entra em casa com o braço partido (tinha caido de uma cadeira, no quintal)

5ª experiência;
Estava com uns amigos na rua de um deles e de repente começamos a ouvir uns estrondos numa casa perto (semi-abandonada na altura), como se alguem estivesse a atirar pedras ao portão da garagem. Não havia ninguém na rua que pudesse fazer isso sem que nós vissemos. Quando fomos verificar o que se passava, os vizinhos também sairam à rua, chegámos em frente à casa e não estava ninguem lá, muito menos no interior, pois estava tudo trancado.

6ª experiência:

Antes do tsunami de 2004 (uns 2 meses antes) sonhei que estava de férias e que de repente vejo uma onda giganteca (tipo uns 100m de altura) em direcçao ao hotel onde estava.
Há umas semanas voltei a sonhar com um tsunami, embora não me lembre de detalhes.

7ª experiência:
Acontece-me com frequência pensar num filme e passado uns dias ele dar na tv, o telefone tocar e saber quem é, ter adivinhado 3 vezes o sexo dos bébés de casais amigos antes de eles mesmo saberem, até saber que amigos ou pessoas conhecidas estão interessadas em alguém, que foram traidos, que se separaram etc (tudo isto sem ter estado com eles)

Estas são algumas experiências que me lembro. -------------------------------------------------------------------------------------------------
moto satânica
Tinha eu cerca 16 anos e em pleno mês de agosto, combinei com uns amigos para nos juntarmos ao fim do jantar no largo da aldeia. 
Eram 10h e lá começou a juntar o pessoal. Cada um na sua motinha... Uns de saches, outros em zundaps, e eu numa casal  Cheesy

Depois de algum tempo na conversa, alguém se lembrou de ir a uma festa popular que havia numa aldeia vizinha (+/- a 3km).. e lá fomos nós, cada um na sua motorizada..

Íamos todos em fila, distanciados a +/- 50m de cada um, na qual eu me encontrava em ultimo...
O percurso era curto, apenas tínhamos passar ao lado do cemitério da aldeia, e seguir por um vale…

Estávamos a descer o vale..  e sem prever, a minha mota "morreu" em plena descida, e como seguia em ultimo ninguém se apercebeu que tinha ficado para trás.. 
Estava uma noite de luar, só consegui ver as árvores a abanar com a brisa sentida no momento. Não consegui pensar em nada, apenas via os meus amigos a afastarem-se, e eu a ficar para trás. Tentei perceber o que se passava, mas estava tudo normal... Gasolina aberta, a vela bem colocada, mas o motor teimava em não pegar... lá desapareceu no cimo do vale o meu primo, que ia a minha frente... e passado algum tempo (concretamente não sei, mas +/- 3min) vi uma luz a aparecer na curva, era o meu primo que tinha apercebido que algo tinha acontecido, e então do meio de nada a minha mota deu sinal de vida e lá pegou.
O meu primo chegou perto de mim e perguntou o que se tinha passado, e eu disse que a mota tinha morrido em plena descida. Após a conversa lá arrancamos... O meu primo à frente e eu atrás. Após o perder de vista na curva, já em plena subida do vale a minha mota "morreu" novamente... e lá comecei novamente a dar ao "kicks" para por a mota a trabalhar... mas nada... O meu primo apercebe-se novamente que aconteceu algo, e veio ao meu encontro. Após a luz da mota dele aparecer na curva, a minha mota pegou de imediato. Arranquei com acelerador no máximo e só parei quando cheguei à aldeia onde era a festa.
Nessa noite nunca mais pensei no assunto… Mas no dia seguinte questionei-me com o que se tinha passado. Custa-me acreditar em algo paranormal… mas não encontro nenhuma explicação lógica…

Haaaa… é de salientar que já ouvi histórias maradas dessa zona, ou seja, no vale ou na passagem ao lado do cemitério…
--------------------------------------------------------------------------------------
objetos sumindo sozinho
bom de um tempo pra cá as coisa aqui em casa estame sumindo e quando aparece, aparece em lugares muitos estranhos,sem explicação.

a 1 vez que me lembro foi o controle remoto da TV, uma noite foi dormir e deixei o controle do lado da TV,quando acordei liguei a TV e o controle não estava mas la,procurei na casa inteira e nada, ninguém pegou ninguém vi, então passado 4 dias procurando desisti.
então aconteceu o mais estranho a noite sonhei com ele e no outro dia mexendo la no quintal da minha casa achei em cima do telhado da casa do fundo

na 2 vez aconteceu com o anel da minha tia, um dia ela estava em casa e tirou o anel para lavar a cozinha, e o colocou em cima da geladeira , quando terminou colocou a Mao para pega lo e já não estava mas la, procuramos na casa inteira olhamos em cada parte e não achamos,ia já começamos a pensar que alguém tinha entrado na casa e roubado.
a noite ,e do nada ela escuta alguem a andar no corredor
 e então escuta uma coisa cair no chão do quarto dela.ei de dia quando ela acende a luz  anel estava no  chao do quarto

a ultima agora é o molho de chave da casa,ja faz 4 dias que as chaves daqui de casa sumiu
e ninguem sabe onde esta procuramos em todos os lugares e nao achamos.

o mas estranho é que sempre que uma coisa desaparece e aparece eu sonho com ela.

isso ja aconteceu com vcs?
--------------------------------------------------------------------------------
espelho 
ola a todos boa tarde
na minha casa de banho e ja á 2 semanas que no espelho aparece
o desenho ou imagem como quizerem interpetar de  um gato ou perfil dele de costas e sentado
quem o vê fica admirado com a perfeiçao do esboço
 e é quando se esta a tomar banho
com o vapor da agua do chuveiro que ele aparece
mais a minha mulher já limpou  varias vezes com detergente e nao sai
continua lá sempre igual
sera´que tem algum significado
já tireui fotos e nao se nota vou tentar fazer um desenho parecido e vou posta-lo
para que os menbros vejam obrig.
muita luz...............................................
--------------------------------------------------------------------------------
sou triste nunca vi um espirito
A mim nunca me aconteceu nada. nunca vi espiritos, nunca ouvi nada, nunca me aconteceu nada. sou um triste :p

Mas gostava de ter essas experiencias. é algo que me dá muita curiosidade. ja tentei praticar magia, e nada. nenhum resultado. sou mesmo um triste heeheheheh

Uma coisa que me aconteceu, que acho, ou melhor, tenho quase a certeza que nao tem nada de paranormal, mas estranho, aconteceu a muitos anos atras. tinha eu para ai 12 anos, nao sei bem.

Tinha ido fazer uma viagem de escola (belos tempos :p) e estava a chegar a casa, e a porta de casa começei a correr muito para casa. veio-me ao pensamento que meu pai tinha tido um acidente de carro. Não sei porque tive esse pressentimento, mas nunca me esqueci de tal, pois foi muito forte. Quando cheguei a casa, estava o telefone a tocar. Era meu pai a avisar que tinha tido um acidente de carro. :s foi estranho. nao falei com ninguem isso ate hoje. Pois acho que foi so coincidencia. visto eu ter um pouco de pensamentos maleficos e nessa altura pensei nisso. ehehehehe

Mas que me lembre, nao me aconteceu nada mais. :s como digo, sou um triste :p

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs